Tradutor/Translator

6 de set de 2008

The bones


Gosto do teu pomo de Adão roçando meu maxilar de Eva Tua mão febril pressionando minha pélvis E minhas falanges deslizando por teus bíceps tatuados de Anks misteriosas De ver como a minha coxa se encaixa na tua e segue procurando tua rótula Tua inspiração/expiração movendo-se pelo meu tronco até reverberar na minha nuca libertando calafrios aprisionados de séculos E por fim, teu olho descansa no meu e tuas mãos nas minhas Num sono tranquilo de paraísos perdidos.

Um comentário:

  1. enquanto isso, minha falanges escorrem soltas por este teclado, enquanto meus globos oculares, buscam por inspiração...

    ResponderExcluir

Tua vez, aproveite.