Tradutor/Translator

22 de nov de 2009



Despeje teu veneno, inocule em minhas veias
Até que seja completa e definitivamente inofensivo
Rasgue com tuas unhas negras mais um pouco,
Afague e cuspa
Aperte contra a parede minha cara irrisória
e desfile com o despojo dos meus dentes em tua coroa
Sugue mais uma vez
Morda
Concedo-te a última ceia em meu peito
Depois,
vá embora para sempre.

3 comentários:

Tua vez, aproveite.